Teses e dissertações

ALMEIDA, Marcia Tereza Fonseca. “Na hora de chover a gente não vai brincar né?”. Crianças, professoras e o brincar na Educação Infantil: sentidos e significados. 17/07/2015. Doutorado em Educação e Contemporaneidade. Universidade do Estado da Bahia.

ARRUDA, Fabiane Santiago de. O lúdico enquanto artefato de prática pedagógica dos Professores do Centro de Educação Infantil Carmelita Rios. 31/08/16. Mestrado Profissional em Gestão Social, Educação e Desenvolvimento Regional. Faculdade Vale do Cricaré, São Mateus.

CARVALHO, Tathiana Martins de. Brincar e Ambientes Educativos: um estudo comparativo. 01/09/2007. Mestrado em Psciologia. Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte.

MAGNANI, Eliana Maria. O brincar na Pré-escola: Um caso sério! 01/08/1998. Mestrado em Educação. Universidade Estadual de Campinhas.

MAGNANI, Eliana Maria. “A práxis ludo-pedagógica do professor da pré-escola”. 01/12/2012. Doutorado em Educação. Universidade Estadual de Campinas.

MENEZES, Shiniata Alvaia de. Interação Criança/Contexto escolar: A construção de “Lugares de crianças” através das brincadeiras espontâneas. 18/07/14. Mestrado em Psicologia. Universidade Federal da Bahia.

MONTAGNINI, Rosely Cardoso. Das brinquedotecas de Londrina ao espaço/tempo lúdico, político e pedagógico do brincar infantil. Universidade Estadual de Maringá. Dissertação.

RAMALHO, Márcia Terezinha de Borja. A brinquedoteca e o desenvolvimento infantil. 08/02/2000. A brinquedoteca e o desenvolvimento infantil. Mestrado em Engenharia de Produção. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

REZENDE, Deise de Oliveira. O brincar livre de crianças na brinquedoteca: análise de frequência de ações motoras, tipos de brinquedos, brincadeiras e interações sociais. 01/03/2012. Mestrado em Educação Física. Universidade de São Paulo.

SANTOS, Tatiani Rabelo Lapa. Crianças e Infâncias: um olhar de azul para os trabalhos apresentados no GT07 da ANPED. Mestrado em Educação. 30/04/2014. Universidade Federal de Uberlândia.